imagem imagem imagem imagem imagem imagem imagem

Rede de Hotéis Econômicos

Este projeto nasceu em 1991, com a intenção de atender a enorme demanda hoteleira, existente no interior de São Paulo nas cidades denominadas “pólo de região”, para hospedar profissionais, de diferentes setores de atividades, que passam boa parte do tempo viajando à trabalho, seja por conta própria ou como funcionário de uma determinada empresa.

A maioria destas cidades não oferecia uma hotelaria moderna, profissional e de baixo custo. Surgia então, em São Paulo, o segmento dos hotéis SUPER-ECONÔMICOS.

Estes hotéis deveriam ser localizados necessariamente nas principais vias de ligação entre a rodovia e o centro da cidade para serem facilmente visualizados pelo hóspede/viajante.

A quantidade de apartamentos poderia variar de 48 a 64 U.Hs. dependendo da demanda da região. O programa para este tipo de hotel resumia-se em uma agradável área social com uma recepção funcional, uma área para café da manhã com uma pequena área de apoio, rouparia e vestiários para os funcionários.

Os apartamentos, com apenas 12,50 m2, foram exaustivamente estudados para atender às necessidades indispensáveis para este perfil de hóspede, quais sejam: cama confortável, banheiro completo com ducha de água quente, sistema de telefonia e dados, TV e ar condicionado.

Considerando que a maioria dos hóspedes viaja com seu carro próprio ou da empresa, foi criado um amplo pátio de estacionamento arborizado.

Suas construções seriam simples, preferencialmente em um único pavimento, utilizando racionalmente a tecnologia disponível na região, e seriam implantados em terrenos com cerca de 3.500 m2.

Em função da baixa tarifa a ser praticada, estes hotéis teriam que ser implantados em várias cidades, de modo a formar uma rede hoteleira que seria administrada por uma central de operação e logística de distribuição e manutenção.

voltar